Moda cinematográfica

David Lynch se rende a uma bolsa Dior. Sofia Coppola é fiel a um perfume da mesma marca. Joe Wright, de Orgulho e Preconceito, e Jean-Pierre Jeunet, de O fabuloso destino de Amelie Polain, gostam de fragrâncias Chanel. Calma! Este não é um post sobre os itens de consumo favoritos de diretores renomados. O tema dessa semana é a parceria entre cinema e moda na publicidade.

Grifes de luxo recorrem constantemente a cineastas para comandar os sets de seus comerciais. Essa iniciativa não é recente. Em 1988, por exemplo, David Lynch já havia feito um anúncio para o perfume Obsession CK, que contou com Benicio Del Toro e Heather Graham no elenco. Martin Scorsese, Wong Kar Wai, Ridley Scott, Guy Richie são outros nomes que já fizeram esse tipo de trabalho.

Só para a campanha da bolsa Lady Dior, estrelada por Marion Cottilard, foram produzidos quatro curtas de diretores diferentes. Cada filme faz referência a uma metrópole. Paris é o cenário de estreia com The Lady Noir Affair, dirigido por Olivier Dahan, de Piaf. Em seguida, o destino foi Nova York. Em Lady Rouge, a atriz francesa canta a música Eyes of Mars da banda Franz Ferdinand. Tudo isso diante das lentes do sueco Jonas Åkerlund, que já fez clipes para Lady Gaga e Madonna.

Lady Blue Shangai, o terceiro episódio, talvez seja o mais inventivo. Afinal, trata-se de uma obra de David Lynch. Na trama, a protagonista entra em alucinação com uma vida passada que teria acontecido em Xangai. Além do tom de delírio, a história ainda tem uma atmosfera de thriller. Quanto ao aspecto publicitário, a bolsa é mostrada de maneira tão espalhafatosa que o resultado é até cômico.

Em Londres, Marion Cotillard foi dirigida por John Cameron Mitchel, de Shortbus. Em Lady Grey, ela contracena com Sir Ian McKellen. Depois, a atriz apenas posou para fotos no lançamento da bolsa Lady Moscow. Não se sabe se a Dior vai continuar com esses curtas, pois a estrela da série está grávida. O rumo do projeto também é incerto porque seu idealizador era John Galliano, que foi demitido depois de ser acusado por racismo e antissemitismo ao insultar clientes em um restaurante parisiense em fevereiro desse ano.

Mesmo sem Cotillard ou Galliano, a Dior divulgou em vídeo a belíssima performance da artista visual ucraniana Kseniya Simonova na abertura da exposição ‘Inspiration Dior’, no Pushkin Museum of Fine Arts, na capital russa. Para não perder o foco no cinema, o trabalho de Simonova foi baseado em uma ideia original de John Cameron Mitchel.

Não é apenas a Dior que convida cineastas para promover seus produtos. A Chanel também faz isso. A aposta é em parcerias que já deram certo nas grandes telas. Em 2004, logo depois de ter dirigido Nicole Kidman em Moulin Rouge, Baz Luhrman trabalhou com a atriz novamente em um comercial do Chanel N°5. Em 2010, foi a vez de Audrey Tautou reencontrar Jean-Pierre Jeunet para anunciar também o mesmo perfume . Já Keira Knightley, que havia atuado para Joe Wright em Orgulho e Preconceito e Desejo e Reparação, se juntou ao diretor mais uma vez em um filme da fragrância Mademoiselle Chanel.

Sofia Coppola no set do primeiro comercial para Miss Dior Chérie

Sofia Coppola tem seu nome frequentemente associado ao mundo fashion. Filmes como Virgens Suicidas e Maria Antonieta são referências para quem é da moda por causa do capricho em figurinos, fotografia, direção de arte… Sofia ainda é amiga de alguns estilistas. Entre eles, Marc Jacobs que a considera como uma de suas musas para a Louis Vuitton. Ela até já colocou a mão na massa desenvolvendo uma linha de bolsas para a LV. Sofia Coppola também dirigiu dois curtas para o perfume Miss Dior Chérie, sendo o úl-timo estrelado por Natalie Portman.

Não sei bem se o casamento entre cineastas e moda se reverte em boas vendas. Marketing não é bem a minha especialidade, mas vejo aspectos positivos nessa iniciativa. Os diretores são bem remunerados pelo que fazem, as marcas de luxo ganham uma imagem simpática na mídia e o público ainda pode ver comerciais interessantes esteticamente. Porém, acho que seria bem melhor ver esse dinheiro investido em produções para as salas de cinema.

Até semana que vem!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s