Entre Loucos e Feridos

O presidiário Randle McMurphy (Jack Nicholson) tenta se passar por doido para fugir do trabalho na prisão. É dessa maneira que ele é levado a uma instituição psiquiátrica. Temos aí o ponto de partida para o enredo de Um estranho no ninho, de 1975. O filme, dirigido por Milos Forman e baseado no romance de Ken Kesey, é um bom exemplo de como o cinema pode abordar a loucura.

McMurphy pensava que teria vida fácil no sanatório. Porém, suas expectativas logo se mostram equivocadas. Na sua chegada, ele descobre que o hospício é comandado pela temida enfermeira Ratched (Louise Fletcher). Ele até procura reunir os colegas em atos de rebeldia contra Ratched, mas seu desafio não é apenas enfrentar a chefia local. O maior problema é permanecer lúcido em um lugar tão inapropriado para isso.

O manicômio talvez seja o cenário ideal para falar sobre a insanidade. Por isso, um dos acertos de Um estranho no ninho é situar a maior parte da ação na clínica. Assim, nos é apresentado um mosaico plural do comportamento dos doentes mentais. Exibir isso é importante para entender a transformação sofrida pelo protagonista ao longo da história.

A partir da mudança de McMurphy, vemos que a premissa do longa é mostrar como um ambiente pode modificar o sujeito. Com isso, percebe-se que há uma crítica ao tipo de tratamento psiquiátrico mostrado por Forman. Se o hospital prejudica até quem era são, é válido questionar a ajuda dada aos doentes.

Pela boa construção do seu enredo, é quase impossível não lembrar de Um estranho no ninho quando se pensa a loucura no cinema. Trata-se ainda de um clássico da sétima arte vencedor de cinco prêmios na cerimônia do Oscar de 1976, incluindo o de filme do ano. Jack Nicholson e Louise Fletcher também receberam as estatuetas douradas por suas atuações. Lawrence Hauben e Bo Goldman foram agraciados pelo roteiro e Milos Forman ganhou como melhor direção.

Por conta do reconhecimento do público e da crítica, Um estranho no ninho é um desses filmes que sempre devem ser vistos. Vou me despedir, então, com o trailer do longa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s