Literatura: Sobre prostitutas, amores e recordações

por Fabiola Paschoal

 “O sexo é o consolo que a gente tem quando o amor não nos alcança.” 

 

Em tempos de Festival do Rio, nada melhor do que resenhar um livro lindo, cuja adaptação para o cinema estará em cartaz durante o festival. Estou falando de Memória de minhas putas tristes (Editora Record), de Gabriel Garcia Márquez. Apesar do nome sugestivo, o livro trata, basicamente, do amor. Porém, este tema é abordado com uma sutileza impressionante. A narrativa é muito bonita, digna de Garcia Márquez, e eu confesso que precisei engolir uma ou outra lagrimazinha besta que teimava em dar as caras durante a leitura. Espero realmente que o filme tenha conseguido captar a essência deste livro.

Memória de minhas putas tristes conta a história de um idoso que sempre se orgulhara de só ter ido para a cama com prostitutas ao longo da vida e, assim, nunca havia se apaixonado. Ao completar noventa anos, ele resolve dar-se de presente uma noite de amor com uma virgem. Assim, acaba indo parar em um prostíbulo, onde uma jovem de 14 anos, virgem e encantadora, o esperava adormecida. Porém, ele se encanta de tal forma pela moça que decide não a violar, e o que seria apenas uma noite de sexo ardente ou não, visto que ele tinha noventa anos ( haja Viagra!) vira o princípio de um amor puro e sincero. A história narrada passa então a ser a do velho, que, enquanto a jovem dorme, conversa com ela e repensa sobre sua vida.

Curiosamente, nunca chega a haver sexo entre os dois. O amor que o velho jornalista sente pela moça é meramente platônico, mas nunca chega a se concretizar, visto que ela está sempre dormindo quando eles se encontram. E eu sei que este fato pode fazer com que muitas pessoas se decepcionem com o livro, porém, acredite, é isso que torna a história tão única e especial. A narrativa do velho é muito emocionante, e recheada de passagens marcantes.

Enfim, o livro é pequenininho (132 páginas), fácil de ler e muito, mas muito bom! Recomendadíssimo para quem gosta de histórias de amor “fora da caixinha”.

Você já leu esse livro? Conta para mim nos comentários o que achou!

Beijos e até a semana que vem. J

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s