Histeria Feminina

Mulheres à beira de um ataque de nervos bem que poderia ser o nome desse blog, pois todas as integrantes do 7em1 se identificaram demais com o tema da semana. Só que seria muito constrangedor explicar como nossas vidas andam tão estressantes. Então, é melhor eu falar de um dos filmes mais populares do diretor espanhol Pedro Almodóvar.

As personagens femininas dessa comédia são completamente loucas. E os homens são os principais culpados por deixá-las em tal estado. É o que acontece com a protagonista – a dubladora Pepa (Carmem Maura). Ela é abandona por Iván (Fernando Guillén), que foge com uma segunda amante, a Paulina (Kiti Manver). Ele ainda provoca a sede de vingança em sua esposa Lucía (Julieta Serrano). Candela (María Barranco), amiga de Pepa, é outra que se vê em apuros por causa do namorado. Ao descobrir que ele é um terrorista xiita, ela teme ser presa por envolvimento no crime.

Para completar a lista de figuras excêntricas que compõe a história, ainda temos Carlos (Antonio Banderas), filho de Iván, e sua noiva Marisa (Rossy de Palma). Por coincidência, o casal vai parar no apartamento de Pepa com interesse em alugá-lo. E Marisa acaba sendo responsável por um dos momentos mais engraçados do longa. Ela toma acidentalmente um copo de gazpacho com tranquilizantes e adormece profundamente. A cena em que descobrem que Marisa ingeriu o suco de tomate pode ser vista logo abaixo.

Os mais bizarros acontecimentos parecem acontecer em Mulheres à beira de um ataque de nervos. Pepa descobre sua ligação com Carlos. Os dois se unem. Enquanto Marisa dorme, Carlos se interessa cada vez mais por Candela. E longe dali, Lucía planeja a morte de Iván. Nas mãos de muitos cineastas, esse enredo rocambolesco resultaria em algo trash.  Até em novelas mexicanas, a trama seria forçada. Porém, Almodóvar faz com que o filme seja cult. Com muita habilidade, ele brinca com o absurdo da trama.

O diretor espanhol ainda sabe como trabalhar com o brega. Isso é notado na canção tema de Pepa. “Soy infeliz”, interpretada pela cantora Lola Beltran, bem poderia fazer parte do repertório de um Reginaldo Rossi. Ouça aqui. Tal música reforça o drama da protagonista. O gosto duvidoso pode ser visto também no uso de cores fortes para figurinos e objetos de cena. A cafonice desses elementos atua a favor da comédia.

Mulheres à beira de um ataque de nervos impulsionou a carreira de Almodóvar. Graças a este trabalho, ele obteve, em 1989, sua primeira indicação ao Oscar por melhor produção estrangeira. Depois de mais de 20 anos, o longa permanece como referência para os fãs do diretor e sua estética continua influente no cinema contemporâneo. Assistir ao desespero de Pepa, Lucía, Candela e Marisa ainda é  uma ótima forma de aliviar o estresse. Só não siga o exemplo de Marisa:. Tomar gazpacho com soníferos não é uma boa ideia. Até a semana que vem!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s