Meio ambiente: Passaporte verde

por Jéssica Lauritzen

“Nunca saio de férias. Entro em ócio criativo.”

(Karla Skarine)

Bom dia para você que está de férias. Vai viajar? Pretende ir sozinho, em família, em um grupo de amigos ou um programinha a dois? Seja como for, o turismo ecológico pode se encaixar perfeitamente no seu plano, inclusive para quem vai ficar em casa. É uma oportunidade interessante para quem deseja alternar ou substituir férias badaladas, que, em geral, são agradáveis, mas cansativas, pelo contato com a natureza em um cenário belo e relaxante proporcionado pelos roteiros do ecoturismo e turismo de aventura. Na bagagem, só o básico: roupas leves, protetor solar, tênis e – para os mais precavidos – água e um bom repelente.

As operadoras especializadas em ecoturismo investem em programas que combinam rotas de trilhas ecológicas (trekking), cicloturismo, rapel (seco ou molhado), cavalgada, com passagem por cachoeiras cristalinas, poços naturais para banho, tirolesa, boia-cross, entre outros. Para grandes aventuras e mínimos impactos, a campanha Conduta Conscienteem Ambientes Naturaisdo Ministério do Meio Ambiente (MMA), do Programa Parques do Brasil, divulga algum princípios de conscientização ambiental a fim de garantir a preservação dos locais escolhidos para o passeio. O conceito fundamental é responder: “Como encontrei, o que fiz e como deixei?”.

Entre as diversas atividades que este segmento turístico compreende, o arborismo (ou arvorismo) é uma opção indicada para todas as idades. Surgido por volta dos anos 80, porém recente no Brasil, o esporte teve origem em uma prática comum entre biólogos e pesquisadores durante os estudos sobre a fauna e a flora. Para observar ou coletar espécies, eles atravessavam a floresta em plataformas montadas nas camadas mais altas das árvores. Na versão atual, o arranjo com trilhas, passarelas, redes, tirolesa e diferentes mecanismos suspensos, através de cordas e cabos de aço dispostos de maneira estratégica trazem o clima de inspiração e aventura na medida certa.

De acordo com o objetivo do praticante e o grau de dificuldade do percurso, é possível escolher entre as modalidades do arborismo acrobático, considerado mais radical, ou o arborismo contemplativo – com proteções laterais, plataformas mais amplas e passarelas firmes na travessia entre as árvores –, voltado apenas para a contemplação da natureza, como o nome sugere. Conforme divulgado pelo Portal R7*, o Center Shopping Rio, em Jacarepagguá, e o West Shopping implementaram a versão indoor do arborismo, para crianças a partir de 3 anos, acompanhando o período das férias escolares.

*http://entretenimento.r7.com/agenda-cultural/agenda-cultural/noticias/shoppings-cariocas-promovem-eventos-para-ferias-escolares-20100115.html

A ideia do desporto é desenvolver e explorar as mais variadas técnicas verticais. Apesar do desafio nos percursos mais elaborados, vale ressaltar que não é preciso ser atleta para praticá-lo, pois o bom desempenho envolve, em maior grau, equilíbrio, coordenação, determinação e uma boa dose de ousadia e adrenalina. Os estágios são sempre orientados por um monitor, com o suporte de equipamentos de proteção e um kit que inclui: cabo de segurança, cadeirinha, polia, mosquetão e capacete.

E você, já teve essa experiência?! Confira os destinos mais procurados para a prática do ecoturismo:

No Brasil

Ilha de Marajó – PA

Chapada Diamantina – BA

Chapada dos Veadeiros – GO

Bonito – MS

Itacaré – BA

Itatiaia – RJ

Jalapão – TO

Lençóis Maranhenses – MA

Fernando de Noronha – PE

Pantanal – MS/MT

Petar – SP

Na América do Sul

Patagônia Argentina

Patagônia Chilena

Peru

One thought on “Meio ambiente: Passaporte verde

  1. O link desta matéria me foi passado por uma amiga que pediu para compartilhar uma experiência pessoal:
    Para quem gosta de esportes radicais e não possui um pingo de frescura correndo nas veias, indico um lugar chamado BROTAS. Fica no interior de SP e é um lugar para os amantes do Rafting, Canyoning (rapel em cachoeiras de até 70 metros), Tirolesa (umas das mais altas e longas), Arvorismo, Bóia-Cross, Moutain bike, Kayak Rafting e Off Road.

    Fica a dica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s