Literatura: Lembra de mim?

O que você faria se, de uma hora para a outra, sua vida virasse de cabeça para baixo e tudo mudasse… aparentemente, para melhor? Este é o mote do livro Lembra de mim? da Sophie Kinsella. Lexi tem 25 anos, um namorado que não liga a mínima para ela e está descontente com seu emprego e sua aparência. Um belo dia, ela acorda em uma cama de hospital, sem lembrar o que tinha acontecido, e logo descobre que sofrera um acidente que a fez perder a memória recente. Ou seja, para Lexi, é como se os últimos três anos de sua vida nunca houvessem existido!

A princípio, Lexi acha difícil acreditar que ela agora é uma mulher de 28 anos, mas logo nota que algumas coisas haviam mudado, principalmente no que se referia ao seu visual: se antes seu cabelo era desajeitado e, seu sorriso, torno, agora ela exibia uma cabeleira de dar inveja a qualquer uma e dentes perfeitos. Seus pertences não estavam mais jogados em alguma bolsa velha, mas em uma it bag chiquérrima. E as surpresas não param  por aí: logo ela descobre que virou a chefe do escritório e que, pasme, está casada com um homem charmoso, simpático e milionário!

Em um primeiro momento, ela fica maravilhada com a sua vida perfeita, e aproveita o privilégio de ser linda, rica e poderosa. Com o tempo, porém, Lexi acaba percebendo que nem tudo são flores e que, por mais incrível que pudesse parecer, ela não estava tão contente assim com toda aquela perfeição! Aos poucos, o leitor chega à conclusão de que nem sempre as mudanças sempre vêm para melhor, tanto no romance de Kinsella quanto na vida real.

Já falei algumas vezes aqui que chick-lit não é exatamente o meu gênero literário favorito, e eu acho que a Sophie Kinsella viaja lindamente na maionese de vez em quando. Ainda assim, Lembra de mim? toca em um ponto bem interessante. Normalmente, a gente tem a impressão de que mudanças significam um upgrade na vida, mas nem sempre é assim que acontece. Algumas vezes, acabamos fazer escolhas ruins que nos levam a um estágio anterior. Eu estou vivendo isso na pele ultimamente, por isso me empolguei para escrever sobre. É claro que, tratando-se de dona Kinsella, tem todo um discurso de “dinheiro não traz felicidade” por trás da trama, o que me cansa um pouco. Mas, ainda assim, o livro dá no que pensar.

Além disso, o livro é bem fofinho, a Lexi é uma personagem adorável (não é aquelas mocinhas bobas que choram por tudo!) e a história é levinha e fácil de ler. Como em todo chick-lit, a personagem passa por poucas e boas até chegar ao esperado “final feliz”. Já li este livro há muito tempo e lembro que gostei muito, é o tipo de leitura gostosa, despretensiosa. Muito bom para aqueles momentos em que não queremos pensar em nada, apenas relaxar com uma historinha bem-humorada.

Você já leu Lembra de mim? Gosta dos livros da Sophie Kinsella? Conta para mim nos comentários!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s