Gastronomia: Humor com a cozinha molecular

De uns tempos para cá, o termo cozinha molecular tem se tornado mais comum para os comensais. Para os chefes, acredito que eles conheçam de carteirinha do que se trata. Podem não lidar com ela no dia a dia de trabalho, mas ou já presenciaram, ou já fizeram experiências.

Existe uma diferença entre a Gastronomia e a cozinha moleculares. A primeira é o estudo científico dos processos químicos e físicos que ocorrem durante o cozimento. Essa prática é a que a indústria alimentícia adota quando vai preparar algo para o consumidor ou quando vai lançar algo no mercado. Já a segunda, usa as descobertas da Gastronomia molecular e aplica na cozinha do restaurante. São alguns conhecimentos dos químicos e físicos que foram parar nas mãos dos chefes (sem trocadilhos).

Pode parecer complexo e, na verdade, até.  Entretanto, na prática – e na hora de comer, principalmente -, é que compreendemos essa ideia. Você já imaginou comer um caviar com gosto de maracujá? Ou então ver uma gema de ovo e saborear uma manga? Talvez provar um peixe que pareça estar cru mas está cozido? É a brincadeira das texturas, temperaturas e cores que alteram a percepção e a concepção original sobre a comida.

Olha o vídeo abaixo e veja a brincadeira com o balão comestível de maçã verde! É muito legal!

Não vai dizer que não há humor nisso aí? Sem dúvida, existe um grande toque de diversão, tanto para quem faz como para quem come. O que achou do vídeo? Bom final de semana!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s