ESPECIAL VER!SSIMO: As Mentiras que os Homens Contam

Todo mundo já mentiu pelo menos uma vez na vida, inclusive para si mesmo. Seja a mentira inofensiva ou não, os homens mentem para evitar conflitos, é algo que está intrínseco ao ser humano, uma situação que não dá para dispensar, pelo menos é assim que Luís Fernando Veríssimo mostra as várias faces da mentira em seu livro As Mentiras que os Homens Contam, lançado pela Editora Objetiva, em 2000.

Quando o autor já no prefácio explica “Nós nunca mentimos. Quando mentimos, é para o bem de vocês. Verdade.”, ele prepara os leitores para as histórias que estão por vir. As quase duzentas páginas recheadas pelas crônicas expõe o quanto o homem desde a infância é dependente desse comportamento compulsivo (os dramas do ser humano começam cedo). Mas quem nunca inventou uma mentirinha para cabular aula, que atire a primeira pedra!

“Se fôssemos sinceros e disséssemos que não tínhamos feito a lição de casa e por isso não podíamos enfrentar a professora a mãe teria uma grande decepção. Assim, lhe dávamos a alegria de se preocupar conosco, que é a coisa que mãe mais gosta, e a poupávamos de descobrir a nossa falta de caráter. Melhor um doente do que um vagabundo.”

Mentir é um péssimo hábito, mas indispensável. Primeiro para mãe e depois para outras pessoas na sua vida, a mentira, segundo a psicóloga Angela Caniato, “constitui um dos principais atributos das relações sociais, instituindo-se como valor eticamente perverso; manifesta-se como ideologia ou é expressa cinicamente e revela-se sobe sutilezas enganosas”.

A obra reúne quarenta crônicas do autor sobre o tema, espalhadas em vários de seus livros e publicadas nos jornais. Com uma linguagem propositalmente informal, simples, clara e descontraída que já é natural ao gênero, o autor presenteia qualquer amante de histórias do cotidiano. Um exemplo disso é na crônica Sebo, no qual ele ganha o leitor no primeiro parágrafo:

“O homem disse o próprio nome e ficou me olhando atentamente. Como alguém que tivesse atirado uma moeda num poço e esperasse o ‘plim’ no fundo. Repeti o nome algumas vezes e finalmente me lembrei. Plim. Mas claro.”.

Veríssimo é um escritor de texto refinado, sem rodeios, possui uma objetividade única. É despreocupado  com a construção acadêmica, sempre procura, tanto na forma como conteúdo, uma comunicação direta com o leitor, por isso o sucesso de seus textos que fluem bem na mente das pessoas e claro, As Mentiras que os Homens Contam não fugiria a regra.

Observador do cotidiano brasileiro, Luís Fernando Veríssimo conseguiu reunir aqui um repertório de textos divertidíssimos e tão interessantes que, de repente, podem até virar verdades, pois quem os lê, acaba se identificando com pelo menos uma daquelas histórias.

Veja o booktrailer do novo livro:

 

One thought on “ESPECIAL VER!SSIMO: As Mentiras que os Homens Contam

  1. Pingback: Venha ver o por do sol e conhecer as Ideias do Canário « 7 em 1

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s